Imprensa

Notícias

Notícias de 2013

Notícias de 2012

Notícias de 2011

Notícias de 2010

Notícias sobre o Haiti

Notícias de 2009

Notícias de 2008

Notícias de 2007

Concurso Adobe Youth Voices Aspire Awards UNICEF Challenge

Concurso infanto-juvenil de vídeos de um minuto

Materiais para radialistas

Dia Internacional da Criança no Rádio e na TV

Discursos do Representante do UNICEF no Brasil

Artigos

Outros discursos

Expresso 227

Contatos

 

Secretário-geral condena ataque ao complexo da ONU na Nigéria

Nova Iorque, 26 de agosto – O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon, condenou nesta manhã o ataque ao prédio da ONU em Abuja, Nigéria, no qual pessoas foram mortas ou feridas. Ban disse que está enviando pessoal de alto nível para a capital nigeriana para responder à emergência.

O complexo da ONU em Abuja, uma série de prédios que abrigam 26 agências humanitárias e de desenvolvimento da organização, foi atingido por um carro-bomba por volta das 11h (hora local).

“Foi um ataque àqueles que dedicam sua vida a ajudar os outros”, disse Ban aos jornalistas na sede da ONU em Nova Iorque. “Condenamos este ato terrível, terminantemente.”

Ban afirmou que a ONU ainda não tem números precisos de vítimas, mas “que devem ser consideráveis”, acrescentando que pessoas foram mortas e muitas mais estão feridas.

“Nesta ocasião muito triste, eu presto minhas mais profundas condolências às vitimas e seus familiares”, disse. “A ONU está fazendo todos os esforços possíveis para assisti-los durante este momento difícil.”

Equipes de busca e salvamento nigerianas e internacionais foram mobilizadas e estão levando os feridos para os hospitais e prestando ajuda emergencial.

Ban anunciou que está enviando a vice-secretária-geral da ONU, Asha-Rose Migiro, imediatamente para a Nigéria e mobilizando o sistema ONU para responder a essa emergência. Asha-Rose estará acompanhada do chefe de segurança da ONU, Gregory Starr, e vai se encontrar com autoridades nigerianas em sua chegada a Abuja.

O secretário-geral acrescentou que, em breve, vai telefonar para o presidente da Nigéria, Goodluck Jonathan, para discutir o ataque. O Conselho de Segurança da ONU fez um minuto de silêncio antes do início de uma reunião sobre as operações de paz da organização realizada hoje.

 

 
unite for children