Imprensa

Notícias

Notícias de 2013

Notícias de 2012

Notícias de 2011

Notícias de 2010

Notícias sobre o Haiti

Notícias de 2009

Notícias de 2008

Notícias de 2007

Concurso Adobe Youth Voices Aspire Awards UNICEF Challenge

Concurso infanto-juvenil de vídeos de um minuto

Materiais para radialistas

Dia Internacional da Criança no Rádio e na TV

Discursos do Representante do UNICEF no Brasil

Artigos

Outros discursos

Expresso 227

Contatos

 

Líderes mundiais estabelecem novas metas relacionadas à aids até 2015: Declaração Política sobre HIV/aids, 2011

Da Assessoria de Comunicação do Unaids

Participação global sem precedentes na Reunião de Alto Nível da Assembleia Geral das Nações Unidas sobre aids estabeleceu novos compromissos, objetivos e impulsionaram a resposta à epidemia

Nova Iorque/Genebra, 10 de junho – O Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/aids (Unaids) celebra o fato de que os líderes mundiais tenham estabelecido novos e ambiciosos objetivos na Reunião de Alto Nível da Assembleia Geral das Nações Unidas sobre Aids, encerrada em 10 de junho, em Nova Iorque. Os líderes mundiais acordaram em, até 2015, ampliar os esforços para mitigar a transmissão sexual do HIV e reduzir à metade a infecção entre usuários de drogas injetáveis.

Os líderes acordaram, ainda, em intensificar, durante os próximos cinco anos, iniciativas para eliminar as novas infecções pelo HIV em crianças. Os líderes também se comprometeram a ampliar, nesse mesmo espaço de tempo, para 15 milhões o número de pessoas em tratamento, bem como a reduzir a metade as mortes relacionadas à tuberculose em pessoas vivendo com HIV. Os Estados Membros da ONU decidiram aumentar os gastos relacionados à aids e chegar entre 22 bilhões e 24 bilhões de dólares em países de rendas baixa e média até 2015.

Essas metas de grande alcance estão refletidas na Declaração Política sobre HIV/aids, Intensificando nossos Esforços para eliminar o HIV/aids (em anexo nas versões em inglês e espanhol), adotada pela Assembleia Geral em 10 de junho de 2011. Essa Declaração destaca que as estratégias de prevenção ao HIV não focam de maneira adequada as populações mais expostas ao risco de infecção, como homens que fazem sexo com homens, usuários de drogas injetáveis e profissionais do sexo, e solicita aos países que adaptem sua resposta em função de seus contextos epidemiológicos e nacionais.

A Declaração solicita a todos os Estados Membros das Nações Unidas que dupliquem seus esforços para alcançar o acesso universal à prevenção, ao tratamento, à atenção e ao apoio relacionados ao HIV, até 2015, um passo essencial para acabar com a epidemia mundial de aids. Também se adotou o compromisso de eliminar a desigualdade, os abusos e a violência baseados em gênero, bem como de melhorar a capacidade de mulheres e adolescentes em proteger-se da infecção pelo HIV.

A Declaração reconhece que o acesso à saúde sexual e reprodutiva foi, e continua sendo, essencial para a resposta à aids e que os governos têm a responsabilidade de oferecer serviços públicos de saúde adaptados às necessidades das famílias, especialmente de mulheres e crianças. Os Estados Membros também decidiram revisar as leis e políticas que obstaculizam o êxito, efetividade e equidade de programas de prevenção, tratamento, atenção e apoio a pessoas que vivem com HIV ou afetadas pelo vírus.

Haja vista que, a cada dia, ocorrem quase 7 mil novas infecções pelo HIV, a Declaração afirma que a prevenção deve ser a pedra angular das respostas nacionais, regionais e internacionais à epidemia de aids. Por isso, pede que se amplie o acesso a recursos essenciais para prevenir o vírus, especialmente os preservativos masculinos e femininos e equipamentos esterilizados para injeção. Da mesma forma, faz um chamado pela intensificação de campanhas nacionais de testagem para o HIV e insta os países a implementar novas intervenções biomédicas assim que sejam validadas, incluindo um acesso mais rápido ao tratamento como forma de prevenção.

A Declaração toma nota da estratégia do Unaids e felicita o Programa por seu papel de liderança na coordenação das políticas de aids e no apoio aos países, e pede que revise os indicadores de acompanhamento e que apoie o Secretário-Geral das Nações Unidas, facilitando-lhe um informe anual sobre os progressos realizados pelos Estados Membros com relação aos compromissos adotados na presente Declaração.

(Em inglês) Political Declaration on HIV/aids: Intensifying our Efforts to Eliminate HIV/aids
http://www.un.org/ga/search/view_doc.asp?symbol=A/65/L.77
 
(Em espanhol) Declaración Política sobre el VIH/SIDA: intensificación de nuestro esfuerzo para eliminar el VIH/SIDA
http://www.un.org/ga/search/view_doc.asp?symbol=A/65/L.77&referer=http://www.unaids.org/en/&Lang=S

 

 
unite for children