Imprensa

Notícias

Notícias de 2013

Notícias de 2012

Notícias de 2011

Notícias de 2010

Notícias sobre o Haiti

Notícias de 2009

Notícias de 2008

Notícias de 2007

Concurso Adobe Youth Voices Aspire Awards UNICEF Challenge

Concurso infanto-juvenil de vídeos de um minuto

Materiais para radialistas

Dia Internacional da Criança no Rádio e na TV

Discursos do Representante do UNICEF no Brasil

Artigos

Outros discursos

Expresso 227

Contatos

 

Declaração do Diretor Executivo do UNICEF, Anthony Lake, sobre as inundações no Paquistão

Nova Iorque/Genebra/Islamabad, 20 de agosto – "As mães fogem sem nada de suas casas inundadas, com seus bebês agarrados às suas costas; pessoas acenam por ajuda do topo de casas e galpões à medida que as águas sobem em torno delas, crianças desesperadas de sede bebem água contaminada. A tragédia humanitária no Paquistão atingiu proporções trágicas. No entanto, graves carências de financiamento limitam a nossa capacidade de salvar vidas à proporção que a crise se agrava.

A dimensão da catástrofe causada por pesadas chuvas das monções e as inundações no Paquistão é imensa. Um quinto do país está neste momento debaixo d'água, e vilarejos inteiros foram varridos do mapa. Cerca de 900 mil habitações foram danificadas ou destruídas e 15,4 milhões de pessoas foram afetadas pelas enchentes.

As consequências das inundações do Paquistão para as pessoas mais pobres e vulneráveis são muito graves. E as crianças são as mais vulneráveis entre todos, e as que estão em maior risco. A menos que o mundo inteiro responda de forma rápida, mais de 3,5 milhões de crianças afetadas pelas cheias estarão em risco de contrair doenças fatais por água contaminada como disenteria, diarreia e cólera.

Juntamente com seus parceiros, o UNICEF fornece água potável para 1,5 milhão de pessoas todos os dias, e reúne crianças separadas de suas famílias. Estamos trabalhando com a OMS para evitar danos à saúde de milhares de crianças por meio de vacinação nos centros de recepção e acampamentos. Trabalhamos também em conjunto com o PMA para distribuir alimentação complementar de alta caloria para crianças menores de 5 anos.

Mas esses esforços não são suficientes para dar resposta às necessidades atuais de milhões de famílias desabrigadas. Com a subida crescente das águas, evacuações continuadas e mais chuvas esperadas, a possibilidade de uma tragédia ainda maior cresce a cada minuto.

A necessidade de um apoio muito maior não poderia ser mais premente. À medida que as necessidades mais urgentes forem sendo atendidas, um apoio continuado será necessário para ajudar a reconstruir as escolas, recuperar a infraestrutura e restabelecer medidas de proteção às crianças. Antes, porém, precisamos salvar vidas.

O UNICEF conclama a comunidade doadora global para ajudar a proteger as crianças do Paquistão e para assegurar que as inundações que destruíram suas casas não destruam também seu futuro."

Mais informações:
Patrick McCormick
Assessoria de Imprensa do UNICEF em Nova Iorque
Telefone: +1 212 3267426
E-mail: pmccormick@unicef.org

 

 
unite for children