Imprensa

Notícias

Notícias de 2013

Notícias de 2012

Notícias de 2011

Notícias de 2010

Notícias sobre o Haiti

Notícias de 2009

Notícias de 2008

Notícias de 2007

Concurso Adobe Youth Voices Aspire Awards UNICEF Challenge

Concurso infanto-juvenil de vídeos de um minuto

Materiais para radialistas

Dia Internacional da Criança no Rádio e na TV

Discursos do Representante do UNICEF no Brasil

Artigos

Outros discursos

Expresso 227

Contatos

 

UNICEF lança Atlas Sociolinguístico dos Povos Indígenas da América Latina

O Atlas tem por objetivo ser uma ferramenta para o planejamento e implementação de políticas públicas que levem em consideração a riqueza e complexidade linguística da região

Cartagena de Indias, 21 de junho – O UNICEF, em cooperação com a Agência de Cooperação Espanhola (AECID) e a Fundação Intercultural Bilíngue de Educação (FUNPROEIB Andes), lançou o Atlas Sociolinguístico dos Povos Indígenas da América Latina, uma análise linguística e sociocultural para a América Latina.

Com informações sobre 21 países, o Atlas analisa a região do sul ao norte, começando pela Patagônia e terminando no México, descrevendo 522 povos indígenas da América Latina, por meio de dados demográficos e geográficos, e disponibilizando ainda um olhar crítico sobre a situação atual desses povos. O objetivo do Atlas é servir como instrumento para a elaboração e implementação de políticas públicas que levem em consideração a riqueza e a complexidade sociolinguística da região.

"Ter mais informação sobre os povos indígenas localizados em vários países latino-americanos pode nos ajudar a repassar experiências educativas bem-sucedidas de um país para outro", diz Anna Lucia D'Emilio, Coordenadora Regional de Educação e de Populações Excluídas do UNICEF para a América Latina e o Caribe.

Leticia Casañ Jensen, coordenadora do Programa de Povos Indígenas da AECID, diz que o Atlas é "uma importante ferramenta para todos que desejam trabalhar com o reconhecimento e o direito ao próprio desenvolvimento dos povos indígenas latino-americanos".

O Atlas, impresso em dois volumes, contém dados demográficos, étnicos e linguísticos. Um DVD interativo encartado na publicação conta com diagramas, estatísticas e mapas para disseminar a informação para escolas, mídia e organizações indígenas e indigenistas da região.

Alguns dados mostrados pelo Atlas:
São 522 povos vivendo na América Latina,
correspondendo a uma população de cerca de 500 mil indígenas,
falando 420 línguas,
em 21 países, incluindo alguns do Caribe.
Trinta e quatro especialistas participaram de sua elaboração, sendo quatro somente do Brasil.

Para mais informações:
Escritório Regional do UNICEF para a América Latina e o Caribe
Telefone: (507) 301 7485
E-mail: thahn@unicef.org

 

 
unite for children