Imprensa

Notícias

Notícias de 2013

Notícias de 2012

Notícias de 2011

Notícias de 2010

Notícias sobre o Haiti

Notícias de 2009

Notícias de 2008

Notícias de 2007

Concurso Adobe Youth Voices Aspire Awards UNICEF Challenge

Concurso infanto-juvenil de vídeos de um minuto

Materiais para radialistas

Dia Internacional da Criança no Rádio e na TV

Discursos do Representante do UNICEF no Brasil

Artigos

Outros discursos

Expresso 227

Contatos

 

Cartão vermelho ao trabalho infantil

No clima da Copa do Mundo, a campanha do Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil – 12 de junho propõe que a sociedade brasileira dê um cartão vermelho para a exploração do trabalho infantil

© Divulgação

Brasília, 9 de junho – Nesta quinta-feira, 10 de junho, o Fórum Nacional de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil (FNPETI), a Organização Internacional do Trabalho (OIT) e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) lançam, em Brasília, a campanha Cartão vermelho ao trabalho infantil. A ação marca o Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil, celebrado todos os anos em 12 de junho.

A estratégia da campanha, protagonizada pelo atacante da Seleção Brasileira de Futebol Robinho, é aproveitar o clima de Copa do Mundo para conscientizar a sociedade sobre a importância do enfrentamento do problema da exploração do trabalho de crianças e adolescentes. Robinho cedeu sua imagem sem cobrança de cachê.

O lançamento nacional – com a participação da ministra do Desenvolvimento Social, Márcia Lopes, do coordenador do Programa Internacional para a Eliminação do Trabalho Infantil da OIT, Renato Mendes, da coordenadora do programa Aprender do UNICEF no Brasil, Maria de Salete Silva e da Coordenadora do Programa de Proteção à Infância, Casimira Benge– será realizado às 10h, do dia 10 de junho, na área externa do Museu da República, em Brasília. Está prevista a presença de 250 crianças de escolas da cidade, que participarão de diversas atividades lúdicas e ajudarão na divulgação da mensagem do Cartão vermelho ao trabalho infantil.

“Um cartão vermelho para o trabalho infantil é um cartão verde para a educação, pois um dos motivos para que milhares de crianças no Brasil não frequentem a escola é o ingresso precoce no mercado de trabalho. A educação de qualidade é a chave para uma infância digna”, afirma Maria de Salete Silva, do UNICEF.

As peças da campanha podem ser utilizadas gratuitamente e os interessados devem fazer o download no site www.oit.org.br/cartaovermelho.

A campanha conta ainda com a parceria dos Fóruns Estaduais de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil e demais entidades que atuam com o tema.

Para mais informações, acesse o site www.fnpeti.org.br.

 

 
unite for children