Imprensa

Notícias

Notícias de 2013

Notícias de 2012

Notícias de 2011

Notícias de 2010

Notícias sobre o Haiti

Notícias de 2009

Notícias de 2008

Notícias de 2007

Concurso Adobe Youth Voices Aspire Awards UNICEF Challenge

Concurso infanto-juvenil de vídeos de um minuto

Materiais para radialistas

Dia Internacional da Criança no Rádio e na TV

Discursos do Representante do UNICEF no Brasil

Artigos

Outros discursos

Expresso 227

Contatos

 

O ex-presidente dos Estados Unidos Bill Clinton elogia resposta à crise da ONU e do UNICEF no Haiti

Por Simon Ingram

Porto Príncipe, 25 de março – Durante uma visita ao Haiti, na última terça-feira, o ex-presidente dos Estados Unidos Bill Clinton, enviado especial da ONU para o Haiti, elogiou as Nações Unidas por sua resposta ao devastador terremoto de 12 de janeiro, dizendo que agora é a hora de ajudar o país a fugir de seu passado de pobreza e construir um futuro melhor.

Clinton dirigiu-se aos funcionários das Nações Unidas no país, durante sua terceira viagem à capital haitiana desde o desastre. Ele destacou o desempenho do UNICEF ao lidar com os profundos problemas de saneamento e saúde pública causados pelo terremoto, que matou mais de 220 mil pessoas e deixou muitas outras mais desabrigadas.

"Os desafios da água afetam crianças mais do que qualquer outra coisa", disse Clinton, acrescentando que uma grande porcentagem de mortes de crianças depois de uma emergência é causada por doenças transmitidas pela água.

"Muitas vidas vão ser salvas por causa do UNICEF", observou.

Chance para "um futuro brilhante"
Clinton destacou o que viu como uma oportunidade para reconstruir melhor do que antes no Haiti. "Apesar desse horrível terremoto", disse ele, "esta é a melhor chance que [os haitianos] já tiveram para escapar dos piores capítulos do passado e construir um futuro melhor".

Em seguida, ele lembrou aos trabalhadores humanitários sobre a importância de ajudar o povo do Haiti a "tornar-se o que eles sempre foram capazes de ser, mas nunca tive a chance de se tornar".

"Nós estamos chegando lá, e nós vamos chegar lá", disse Clinton ao pessoal das Nações Unidas. "Mais do que qualquer outra coisa, eu quero que vocês saibam que eu estou profundamente grato a vocês."

Conferência de doadores programada
Nomeado como enviado especial da ONU para o Haiti no ano passado, Bill Clinton visitou o país antes da importante conferência de doadores da ONU que será realizada no próximo dia 31 de março em Nova Iorque, quando os haitianos vão pedir US$ 11,5 bilhões em ajuda à reconstrução.

Estima-se que 3 milhões de pessoas foram afetadas pela catástrofe de 12 de janeiro no Haiti, incluindo cerca de 1,26 milhão de crianças. Centenas de milhares de pessoas ficaram desabrigadas. Em Porto Príncipe e nos seus arredores, muitos estão vivendo em assentamentos temporários, superlotados e inseguros, sem a mínima proteção, nem serviços sociais.

Na segunda-feira, Clinton esteve com sobreviventes do terremoto acampados em Champs de Mars, um parque da cidade que atualmente abriga 60 mil desabrigados. O parque é um dos locais onde o UNICEF e seus parceiros estão fornecendo serviços de água e saneamento.

 

 

 

 

Doações para o Haiti

O escritório do UNICEF no Brasil encerrou, no último dia 1° de abril, sua campanha de arrecadação de recursos para o Haiti.

Caso queira ajudar a garantir os direitos das crianças e adolescentes brasileiros, saiba como contribuir com nossos programas.
unite for children