Imprensa

Notícias

Notícias de 2013

Notícias de 2012

Notícias de 2011

Notícias de 2010

Notícias sobre o Haiti

Notícias de 2009

Notícias de 2008

Notícias de 2007

Concurso Adobe Youth Voices Aspire Awards UNICEF Challenge

Concurso infanto-juvenil de vídeos de um minuto

Materiais para radialistas

Dia Internacional da Criança no Rádio e na TV

Discursos do Representante do UNICEF no Brasil

Artigos

Outros discursos

Expresso 227

Contatos

 

Acelerando os esforços para assegurar os direitos das adolescentes

Nova Iorque, 3 de março – No momento em que os líderes se reúnem para a revisão dos 15 anos da Plataforma de Ação de Pequim, nós, os membros da Força-Tarefa das Nações Unidas para Meninas Adolescentes, comprometemo-nos conjuntamente a intensificar os nossos esforços para cumprir os direitos humanos das adolescentes. Durante os próximos cinco anos, vamos aumentar o apoio das nossas agências para países em desenvolvimento para fazer avançar as principais políticas e programas de aumento de poder das adolescentes mais difíceis de ser alcançadas, particularmente aquelas com idade entre 10 e 14 anos.

Muitos dos 600 milhões de meninas adolescentes que vivem em países em desenvolvimento permanecem invisíveis nas políticas e programas nacionais. Milhões vivem na pobreza, são oprimidas por discriminação de gênero e desigualdade e estão sujeitas a múltiplas formas de violência, abuso e exploração, como o trabalho infantil, casamento infantil e outras práticas nocivas. O potencial dessas meninas e a sua contribuição para as suas comunidades ainda têm de ser concretizados.

Estamos convencidos de que adolescentes educadas, saudáveis e qualificadas ajudarão a construir um futuro melhor, a desenvolver a justiça social, apoiar o desenvolvimento econômico e combater a pobreza. Elas vão permanecer na escola, casar mais tarde, demorar em engravidar, ter filhos saudáveis e conseguir rendimentos melhores que beneficiarão elas mesmas, suas famílias, comunidades e nações. Investir em seus direitos e no seu aumento de poder ajudará a acelerar a conquista dos objetivos acordados internacionalmente para o desenvolvimento, incluindo os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM).

Vamos trabalhar com governos, sociedade civil, comunidades, as meninas e os meninos adolescentes em cinco prioridades estratégicas:

  1. Educar meninas adolescentes: Assegurar que as adolescentes tenham acesso a uma educação de qualidade e completem os estudos, focalizando em sua transição do ensino primário para os níveis subsequentes, incluindo o ensino secundário e a formação profissional, e os caminhos entre os sistemas formal e não formal.
  2. Melhorar a saúde das adolescentes: Garantir o acesso das adolescentes a informações e serviços de saúde e nutrição adequados a sua idade, incluindo educação sexual, prevenção do HIV, saúde sexual e reprodutiva.
  3. Manter as adolescentes livres da violência: Prevenir e proteger as adolescentes de todas as formas de violência baseada no gênero, abuso e exploração, e assegurar que as meninas que sofrem violência recebam proteção imediata, serviços e acesso à justiça.
  4. Estimular lideranças adolescentes: Garantir que meninas adolescentes adquiram habilidades econômicas e sociais essenciais e sejam apoiadas por guias e tenham os recursos para participar da vida da comunidade.
  5. Contagem de meninas adolescentes: Trabalhar com parceiros para recolher, analisar e utilizar dados sobre as adolescentes para defender, desenvolver e acompanhar políticas e programas baseados em evidências que promovam o seu bem-estar e concretizem os seus direitos humanos.

Vamos trabalhar de forma coordenada com outras iniciativas globais. Apelamos aos Estados Membros para que se juntem a nós na aceleração dos esforços para proteger os direitos das meninas adolescentes. Juntos, nós podemos construir um futuro de igualdade e justiça social.

Juan Somavia, Diretor-Geral, OIT
Margaret Chan, Diretora-Geral, OMS
Irina Bokova, Diretora-Geral, UNESCO
Thoraya Ahmed Obaid, Diretora Executiva, UNFPA
Ann M. Veneman, Diretora Executiva, UNICEF
Inés Alberdi, Diretora Executiva, UNIFEM

 

 

 

 

Membros da Força-Tarefa da ONU para Meninas Adolescentes

Organização Internacional do Trabalho (OIT)

Organização Mundial da Saúde (OMS)

Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO)

Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA)

Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF)

Fundo de Desenvolvimento das Nações Unidas para a Mulher (UNIFEM)
unite for children