Imprensa

Notícias

Notícias de 2013

Notícias de 2012

Notícias de 2011

Notícias de 2010

Notícias sobre o Haiti

Notícias de 2009

Notícias de 2008

Notícias de 2007

Concurso Adobe Youth Voices Aspire Awards UNICEF Challenge

Concurso infanto-juvenil de vídeos de um minuto

Materiais para radialistas

Dia Internacional da Criança no Rádio e na TV

Discursos do Representante do UNICEF no Brasil

Artigos

Outros discursos

Expresso 227

Contatos

 

Tendas do Bebê oferecem às mães haitianas um espaço seguro para amamentar

© UNICEF/NYHQ2010-0181/Noorani
Enfermeira orienta uma mãe haitiana sobre como amamentar em umas das Tendas do Bebê, em Porto Príncipe.

Porto Príncipe, 18 de fevereiro – Em meio a prédios destruídos e assentamentos temporários de Porto Príncipe, 12 tendas especiais foram montadas para oferecer às mães e seus bebês um lugar seguro e calmo para o aleitamento materno. As Tendas do Bebê são coordenadas pela organização não governamental Ação Contra a Fome, com o apoio do UNICEF.

Anastasia Saint Joseph, 19 anos, deu a luz 12 dias após o terremoto que destruiu a capital haitiana. Sua casa virou escombros e agora ela vive com mais de dez familiares em uma barraca improvisada feita de plástico, localizada em um dos assentamentos temporários para os desabrigados pelo terremoto. Nos últimos três dias, ela vem frequentando a Tenda do Bebê.

“Eu vim aqui porque eles mostram como eu e meus filhos podemos ter uma alimentação melhor. Eu não amamentei meu primeiro bebê, então eles me ensinaram o que fazer com o meu segundo filho. Eles também ensinaram que meu bebê ficará saudável se eu der a ele apenas o leite materno nos seus seis primeiros meses de vida”, disse Anastásia.

A Ação Contra a Fome estima que centenas de lactantes, como Anastásia, estão utilizando as Tendas do Bebê. Uma equipe está divulgando o serviço nos acampamentos próximos às tendas.

© UNICEF/NYHQ2010-0188/Noorani
Sem risco de contaminação: criança recebe fórmula distribuída pelo UNICEF.

Mitos sobre a amamentação
Muitas mães haitianas pararam de amamentar devido a mitos que surgiram após o terremoto como o que aponta o estresse como responsável pela falta de leite ou aquele que diz que a qualidade do leite fica ruim quando a mãe tem uma alimentação inadequada.

Essas concepções equivocadas geraram um grande fluxo de doação de fórmulas infantis em pó para o Haiti, o que criou uma situação perigosa. Como muitos haitianos não têm acesso à água potável, acabam misturando esses produtos com água contaminada, colocando em risco a saúde de suas crianças.  

A nutricionista do UNICEF Ali Maclaine explica que as pessoas precisam estar cientes das consequências do uso das fórmulas infantis em pó. “Elas pensam que estão salvando a vida de bebês mas, na verdade, estão colocando a saúde destas crianças em sério risco”, esclarece.

Em casos de crianças pequenas que perderam suas mães no terremoto, o UNICEF e a Ação Contra a Fome estão fornecendo fórmulas infantis prontas para o consumo. Uma vez que não há misturas com água, não há risco de contrair doenças como a diarréia. Contudo, essa fórmula deve ser administrada sob condições controladas para evitar outros agentes contaminantes e preservar a qualidade. 

O UNICEF e a Ação Contra a Fome esperam expandir o programa, atraindo mais mulheres, como a Anastácia, para as Tendas do Bebê.

Ajudando os mais vulneráveis
 “Em Porto Príncipe, há uma enorme necessidade desse tipo de tenda devido ao grande número de crianças que vivem no Haiti. Por causa do terremoto, muitas mães pararam de amamentar e, por isso, as tendas são muito importantes para o bem-estar das crianças. Elas oferecem um espaço onde a mãe e o bebê também recebem apoio psicossocial”, diz Lucile Grosjean, da Ação Contra a Fome. 

Como em qualquer emergência, as crianças são as mais vulneráveis. No Haiti não é diferente. Por isso, o aleitamento materno é uma maneira barata, segura e vital para manter as crianças pequenas saudáveis. 

 

 

 

 

Doações para o Haiti

O escritório do UNICEF no Brasil encerrou, no último dia 1° de abril, sua campanha de arrecadação de recursos para o Haiti.

Caso queira ajudar a garantir os direitos das crianças e adolescentes brasileiros, saiba como contribuir com nossos programas.
unite for children