Imprensa

Notícias

Notícias de 2013

Notícias de 2012

Notícias de 2011

Notícias de 2010

Notícias sobre o Haiti

Notícias de 2009

Notícias de 2008

Notícias de 2007

Concurso Adobe Youth Voices Aspire Awards UNICEF Challenge

Concurso infanto-juvenil de vídeos de um minuto

Materiais para radialistas

Dia Internacional da Criança no Rádio e na TV

Discursos do Representante do UNICEF no Brasil

Artigos

Outros discursos

Expresso 227

Contatos

 

Operação humanitária do UNICEF no Haiti concentra sua atenção nas crianças desacompanhadas

Nova Iorque, 27 de janeiro – Assistência a crianças desacompanhadas, que perderam suas famílias ou foram separadas delas, é um foco das operações humanitárias do UNICEF no Haiti, após o terremoto que atingiu o país no último dia 12 de janeiro.

Enquanto continua a entrega diária de suprimentos essenciais que salvam vidas, como água, alimentação, abrigo e remédios (até agora, suprimentos do UNICEF para 250 mil crianças já chegaram ao país e estão sendo distribuídos), o UNICEF e parceiros como a Save the Children também começaram a registrar crianças desacompanhadas encontradas nas ruas de Porto Príncipe. Um programa vai então começar a buscar as famílias dessas crianças, se elas existirem.

"Espaços seguros" para crianças desacompanhadas, incluindo bebês, estão sendo instalados na capital. Esses locais permitem que o UNICEF e seus parceiros ajudem e protejam as crianças que não têm para onde ir, até que suas famílias sejam encontradas ou medidas alternativas sejam tomadas.

Crianças desacompanhadas são particularmente vulneráveis a doenças, desnutrição e exploração, incluindo o tráfico, e necessitam de auxílio urgente, bem como, em muitos casos, de apoio em longo prazo.

Os espaços seguros são lugares onde as crianças desacompanhadas podem encontrar abrigo, alimento, água e medicamentos. Podem também servir como escolas e áreas de recreação improvisadas. Como quase 40% da população do Haiti tem menos de 14 anos de idade, esta é claramente uma situação de emergência para as crianças, e a necessidade de apoio e proteção, de registro e localização das famílias é generalizada.

Espaços seguros têm sido utilizados pelo UNICEF para proteger crianças após situações de emergência – como quando um ciclone atingiu Mianmar recentemente e em Banda Aceh, na Indonésia, pós-tsunami em 2005 – e também para reuni-las às suas famílias. O terremoto que atingiu o Haiti em 12 de janeiro causou um grande número de mortes, ferimentos e danos generalizados à já frágil infraestrutura do país. Por isso, a ONU e suas agências humanitárias, ONGs e governos de diversos países montaram uma maciça operação de socorro e reconstrução no Haiti.

Para obter mais informações, favor contatar:
Christopher de Bono, UNICEF Mídia, Nova Iorque
Tel + 1 212 303 7984, E-mail: cdebono@unicef.org
Patrick McCormick, UNICEF Mídia, Nova Iorque
Tel + 1 212-326-7426, E-mail: pmccormick@unicef.org

 

 

 

 

Doações para o Haiti

O escritório do UNICEF no Brasil encerrou, no último dia 1° de abril, sua campanha de arrecadação de recursos para o Haiti.

Caso queira ajudar a garantir os direitos das crianças e adolescentes brasileiros, saiba como contribuir com nossos programas.
unite for children