Imprensa

Notícias

Notícias de 2013

Notícias de 2012

Notícias de 2011

Notícias de 2010

Notícias sobre o Haiti

Notícias de 2009

Notícias de 2008

Notícias de 2007

Concurso Adobe Youth Voices Aspire Awards UNICEF Challenge

Concurso infanto-juvenil de vídeos de um minuto

Materiais para radialistas

Dia Internacional da Criança no Rádio e na TV

Discursos do Representante do UNICEF no Brasil

Artigos

Outros discursos

Expresso 227

Contatos

 

Doadores de todo o mundo apoiam as ações de emergência do UNICEF e seus parceiros no Haiti

© UNICEF/NYHQ2010-0032/LeMoyne
Uma menina haitiana vítima do terremoto busca água nas bicas recém-instaladas na Praça Champs de Mars, em Porto Príncipe. A água provém de uma cisterna providenciada pelo UNICEF, que depende do apoio dos doadores para manter e ampliar suas ações no Haiti.

Por Tim Ledwith, Editor de Novas Mídias, do UNICEF em Nova Iorque

Nova Iorque/Brasília, 21 de janeiro – Enquanto a crise no Haiti se revela em toda a sua magnitude, doadores de todo o mundo apressam-se a oferecer recursos para o UNICEF atender às necessidades das crianças e suas famílias em perigo.

Assista ao vídeo (em inglês)

O apoio procedente de governos, empresas e doadores individuais é fundamental para as ações de socorro emergencial que estão sendo realizadas em Porto Príncipe e outras áreas devastadas pelo terremoto do dia 12 de janeiro.

"A comida, o combustível e a água são elementos essenciais e necessários agora”, disse a Diretora de Alianças Públicas e Mobilização de Recursos do UNICEF, Afshan Khan. "E nós agradecemos muito o apoio que recebemos até agora dos doadores para poder ampliar nossas operações".

Globalmente, o UNICEF fez um apelo por cerca de US$ 120 milhões para financiar sua resposta de emergência para os próximos seis meses. O pedido de recursos faz parte de um apelo mais amplo da Organização das Nações Unidas por US$ 562 milhões. Desde a tragédia, ocorrida há uma semana, doadores de todo o mundo já doaram ou prometeram fazê-lo generosamente para ajudar o UNICEF a prestar ajuda humanitária às crianças afetadas pelo terremoto no Haiti, começando com suprimentos para salvar vidas, como água e saneamento.

No entanto, as necessidades das crianças seguem sendo esmagadoras.

Apoio público e privado dos doadores
"Recebemos um forte apoio, desde o princípio, por parte dos doadores públicos e privados. O dinheiro que chegou mais rapidamente procedia dos Comitês Nacionais para o UNICEF", disse Khan, referindo-se às organizações que arrecadam recursos e promovem o trabalho do UNICEF em 36 países industrializados.

"A Comissão Europeia também mostrou um compromisso de apoio muito sólido", acrescentou. "Muitos outros governos de todo o mundo também prometeram recursos."

O setor empresarial contribuiu não só com doações em dinheiro. A British Airways, por exemplo, foi uma das primeiras companhias aéreas que ofereceram um avião para transportar os suprimentos de emergência para o Haiti. DHL, UPS, Air France/KLM e Thomas Cook Airways também estão oferecendo ajuda para o transporte aéreo.

Enquanto isso, os embaixadores do UNICEF sensibilizam o público em geral sobre a situação das crianças haitianas – e algumas celebridades assumiram um papel mais direto na arrecadação de fundos.

Nos Estados Unidos, vários artistas e celebridades apareceram, na noite do dia 18 de janeiro, em uma edição especial do programa Larry King Live, da CNN, para ajudar a arrecadar milhões de dólares para as vítimas do terremoto. A rede MTV planeja realizar nesta sexta-feira uma transmissão, organizada pelo ator George Clooney, para arrecadar fundos; esses fundos serão destinados ao UNICEF e outras entidades de ajuda humanitária.

No mundo dos esportes, o jogador haitiano-americano da NBA, Samuel Dalembert, comprometeu-se pessoalmente a doar US$ 100 mil ao UNICEF para suas ações de emergência no Haiti.

Como ajudar
O UNICEF no Brasil está recebendo doações para as vítimas do terremoto no Haiti. As doações podem ser feitas em favor do Fundo das Nações Unidas para a Infância, no Banco do Brasil; agência 3382-0; conta-corrente nº 404700-1. O CNPJ do UNICEF é 03744126/0001-69.

Essa arrecadação do UNICEF no Brasil está sendo feita em articulação com as outras agências do Sistema ONU e tem como foco prestar socorro às crianças e aos adolescentes vítimas do terremoto.

O UNICEF no Brasil também está recebendo doações para o Haiti por meio de seu site seguro: doe agora!

Mais informações sobre as doações podem ser obtidas pelo telefone 0800 601 8407.

© UNICEF/NYHQ2010-0040/LeMoyne
No último dia 19 de janeiro, o UNICEF entregou 720 litros de água para um orfanato nos arredores de Tabarre, em Porto Príncipe, a capital do Haiti, devastada pelo terremoto.

Chegam os suprimentos
Enquanto os doadores continuam contribuindo com mais recursos, aumentam os suprimentos que chegam à zona do terremoto.

Até a última terça-feira, três aviões carregados de suprimentos do UNICEF aterrissaram no Haiti, outro pousou na República Dominicana, e estão previstos mais voos com suprimentos para os próximos dias.

No que diz respeito à água potável, o UNICEF está ampliando a distribuição diária. Na segunda-feira 18 de janeiro, 80 mil pessoas receberam água de cisternas situadas nos arredores de Porto Príncipe. Os hospitais da capital haitiana seguem recebendo 120 mil litros de água por dia.

No dia 19 de janeiro, tendas para a construção de armazéns provisórios do UNICEF saíram dos Emirados Árabes Unidos com destino ao Haiti, via República Dominicana, em espaço no bagageiro doado pela empresa aérea Emirates Airlines.

Nesta quarta-feira, 90 toneladas de ajuda de emergência do UNICEF – incluindo materiais para construir abrigos, kits de nutrição, medicamentos essenciais, água e suprimentos de saneamento – saíram em voo comercial de Billund (Dinamarca) até Santo Domingo (República Dominicana).

À medida que aumentam os recursos disponíveis e se solucionam os problemas de logística no local, espera-se que o fluxo de ajuda humanitária se acelere nas áreas devastadas do Haiti. Trabalhando com seus doadores e parceiros, o UNICEF já está pensando nas necessidades das crianças afetadas pelo terremoto para os próximos seis meses e mais além, com a esperança de construir uma base mais sólida para esses meninos e meninas no futuro.

 

 

 

 

Doações para o Haiti

O escritório do UNICEF no Brasil encerrou, no último dia 1° de abril, sua campanha de arrecadação de recursos para o Haiti.

Caso queira ajudar a garantir os direitos das crianças e adolescentes brasileiros, saiba como contribuir com nossos programas.
unite for children