Imprensa

Notícias

Notícias de 2013

Notícias de 2012

Notícias de 2011

Notícias de 2010

Notícias sobre o Haiti

Notícias de 2009

Notícias de 2008

Notícias de 2007

Concurso Adobe Youth Voices Aspire Awards UNICEF Challenge

Concurso infanto-juvenil de vídeos de um minuto

Materiais para radialistas

Dia Internacional da Criança no Rádio e na TV

Discursos do Representante do UNICEF no Brasil

Artigos

Outros discursos

Expresso 227

Contatos

 

Entrega de suprimentos e proteção das crianças na zona do terremoto no Haiti

Nova Iorque, 20 de janeiro – Um forte tremor atingiu o Haiti esta manhã, aumentando o estresse de crianças e famílias afetadas pelo terremoto de 12 de janeiro, mas aparentemente causando poucos danos. Operações de socorro estão em curso.

VÍDEO: Assista agora (em inglês)

O desastre, agora em sua segunda semana, teve um duplo impacto além de seus efeitos terríveis em mortes e ferimentos: tanto dizimou a vida de centenas de milhares de haitianos como praticamente destruiu todos os serviços essenciais e infraestrutura necessários para a distribuição de ajuda.

Os dois maiores desafios do UNICEF são liberar o fornecimento de ajuda e os gargalos de distribuição e coordenar os vários atores humanitários no local para que a ajuda chegue aos necessitados.

Distribuição de água
Junto com seus parceiros, o UNICEF está resolvendo os obstáculos logísticos. A distribuição de água potável, alimentos, kits de higiene e outros suprimentos para salvar vidas para a população deslocada tem melhorado muito em Porto Príncipe, a capital duramente atingida pelo terremoto.

"Estamos empregando nossos esforços para cobrir toda a cidade", disse Julien Atchade, especialista em Água e Saneamento do UNICEF. "Temos algumas prioridades para as intervenções – orfanatos, centros de saúde e alguns outros pontos estratégicos. E, certamente, os grandes acampamentos, onde já temos 72 pontos de distribuição de água."

Porque os mais novos são os mais vulneráveis, o UNICEF está também dando apoio nutricional para crianças menores de 2 anos de idade. Alimentação terapêutica e complementar para crianças desnutridas está a caminho.

Crianças desacompanhadas
O UNICEF e seus parceiros também estão focados em cuidar das crianças que estão perdidas ou ficaram órfãs ou foram separadas de suas famílias. Espaços seguros para todas as crianças menores de 5 anos deverão estar disponíveis até o final da semana. Até agora, espaços seguros foram identificados para abrigar cerca de 1.000 crianças.

A busca e o registro de crianças desacompanhadas foram iniciados. É fundamental trazê-las de volta para suas famílias ou outros cuidadores que sejam conhecidos por elas. As instalações existentes para essas crianças estão no limite de sua capacidade.

"Nós ainda estamos tendo problemas para conseguir comida, medicamentos e fraldas para as crianças", disse Edith Salome, cuidadora de um orfanato em Porto Príncipe. "E nós estamos um pouco apertados aqui, porque antes tínhamos uma casa grande. Mas a casa desmoronou e agora estamos vivendo em dois quartos pequenos."

Suprimentos por via aérea estão a caminho
Enquanto isso, suprimentos continuam chegando de fora do país por via aérea e terrestre. Hoje, por exemplo, 90 toneladas de ajuda de emergência deixaram o aeroporto de Billund, na Dinamarca, com destino a Santo Domingo, capital da República Dominicana. A partir daí, o material será transportado em caminhões para o Haiti, em um corredor humanitário recém-criado.

Hoje, também, 5,5 toneladas de bolsas de água e pastilhas de cloro para o Haiti deixaram o Reino Unido rumo à República Dominicana em um voo doado pela Thomas Cook Airways. Voos adicionais de suprimentos estão programados para o resto desta semana.

Mas, para aqueles que perderam tudo, a ajuda nunca chega suficientemente rápido.

 

 

 

 

Doações para o Haiti

O escritório do UNICEF no Brasil encerrou, no último dia 1° de abril, sua campanha de arrecadação de recursos para o Haiti.

Caso queira ajudar a garantir os direitos das crianças e adolescentes brasileiros, saiba como contribuir com nossos programas.
unite for children