Imprensa

Notícias

Notícias de 2013

Notícias de 2012

Notícias de 2011

Notícias de 2010

Notícias sobre o Haiti

Notícias de 2009

Notícias de 2008

Notícias de 2007

Concurso Adobe Youth Voices Aspire Awards UNICEF Challenge

Concurso infanto-juvenil de vídeos de um minuto

Materiais para radialistas

Dia Internacional da Criança no Rádio e na TV

Discursos do Representante do UNICEF no Brasil

Artigos

Outros discursos

Expresso 227

Contatos

 

Discurso de Lázaro Ramos na cerimônia de sua nomeação como Embaixador do UNICEF no Brasil

Rio de Janeiro, 8 de julho de 2009

Quero começar quebrando o protocolo.

Já que a nossa prioridade está aqui, eu tenho que me dirigir primeiro a elas, então: Boa tarde, crianças.

Boa tarde, senhor governador Sérgio Cabral, senhora Marie-Pierre, Representante do UNICEF no Brasil, senhor prefeito Eduardo Paes, senhor Nils Kastberg, demais autoridades e amigos

Obrigado por estarem aqui neste dia, que é um dos dias mais importantes da minha vida

Quando digo que este é um dos dias mais importantes da minha vida, eu não me refiro a este dia como um dia de premiação ou algo do gênero. Porque tenho consciência de que não se trata disso, pois ser embaixador de uma causa que ainda tem tanto a ser feito, tanto a se conscientizar, tantas articulações a ser feitas é um desafio constante. É muito trabalho. É batalha. É compromisso.

É um compromisso sim, mas é uma batalha recompensadora. E que eu estou disposto a enfrentá-la.

Fico muito honrado e feliz em agora fazer parte oficialmente do corpo de embaixadores do UNICEF, junto com Renato Aragão, o Didi; Daniela Mercury; e Mônica, pois eu sempre acreditei nos pilares que o UNICEF defende e dentro das minhas possibilidades venho ao longo da minha vida defendendo essa causa.

Ser oficialmente UNICEF é compartilhar ações e desejos. É aprender a lidar com essas questões. Abrir portas para um futuro melhor para cada criança e adolescente. Unir forças. Esse é o objetivo

Quando eu estava escrevendo este discurso, eu não sabia quais palavras usar para expressar essa relação UNICEF, crianças e adolescentes e eu mesmo. Então encontrei em Augusto Boal uma fala que simboliza bem essa relação:

“Nós seres humanos, desde que somos concebidos, necessitamos nos expandir: para dentro e para fora. Para fora, buscando um território que seja maior do que o volume do nosso corpo – a casa, o jardim. Para dentro, a poesia. Todas as poesias. Para fora, a terra firme. Para dentro, o saber e a busca.”

Expandir uma história que de alguma maneira se confunde.

Eu venho de um bairro humilde em Salvador, onde vivi vários desafios que se assemelham aos das crianças que o UNICEF procura defender. A luta pela conquista da autoestima, fortalecimento de identidade, busca de oportunidades. Claro que por ser um jovem negro, também a luta para saber como lidar com o racismo que se apresentava

Felizmente eu não estava sozinho, pois minha família foi uma grande força para que eu chegasse aqui hoje, além dos meus queridos amigos do Bando de Teatro Olodum

Então hoje eu espero poder ser, além de um exemplo para os meninos e meninas, ser um agente UNICEF que, como tantos outros, trabalha para garantir a melhoria da vida das crianças e adolescentes, contribuindo para que eles possam: aprender, sobreviver e desenvolver-se, acabar com a desigualdade racial na infância, que ainda persiste, proteger-se da aids, ser prioridade nas políticas públicas e crescer sem violência

Esse esforço também prioriza assegurar direitos iguais entre crianças negras, brancas e indígenas e assegurar para cada uma delas o acesso aos serviços e direitos. E para isso influenciar políticas públicas dando prioridade para os que estejam em desvantagem. Essa Plataforma que está sendo lançada hoje é mais um passo nessa direção e, por isso, eu fico feliz que a nomeação aconteça neste dia.

É uma luta, mas uma luta que tem uma grande recompensa quando for vencida, que é ver as nossas crianças e adolescentes com o sorriso do tamanho do que eu tenho agora

Então, muito obrigado. Aceito sim. E vamos trabalhar!

 

 
unite for children