Imprensa

Notícias

Notícias de 2013

Notícias de 2012

Notícias de 2011

Notícias de 2010

Notícias sobre o Haiti

Notícias de 2009

Notícias de 2008

Notícias de 2007

Concurso Adobe Youth Voices Aspire Awards UNICEF Challenge

Concurso infanto-juvenil de vídeos de um minuto

Materiais para radialistas

Dia Internacional da Criança no Rádio e na TV

Discursos do Representante do UNICEF no Brasil

Artigos

Outros discursos

Expresso 227

Contatos

 

Rio de Janeiro sedia pela primeira vez encontro da iniciativa Cidades Protetoras da Criança

Especialistas definem estratégias para melhorar as condições de vida de crianças e adolescentes

Rio de Janeiro, 18 de março – O UNICEF, a City University of New York e a Fundação Bernard van Leer promovem, entre os dias 19 e 21 de março, na cidade do Rio de Janeiro, uma reunião técnica internacional para aprimorar os instrumentos de avaliação e pesquisa propostos pela iniciativa Cidades Protetoras da Criança (Child-Friendly Cities).

As metodologias e instrumentos de avaliação aprimorados durante o encontro serão aplicados pioneiramente no Brasil – Rio de Janeiro e São Paulo – e nas Filipinas. Com isso, essas duas cidades brasileiras passarão a ser Cidades Protetoras da Criança.

A Plataforma dos Centros Urbanos, iniciativa do UNICEF a ser lançada em maio 2009, será a porta de entrada para a aplicação da metodologia Cidades Protetoras da Criança no Brasil. A iniciativa será lançada no Rio de Janeiro e São Paulo e também tem a criança e o adolescente de comunidades populares no foco de suas ações.

“Nossa intenção é afinar os instrumento de avaliação e pesquisa das Cidades Protetoras da Criança com o mapeamento e pesquisa de percepção que vamos fazer na Plataforma dos Centros Urbanos. Há muitas semelhanças entre as duas iniciativas, como o protagonismo comunitário e juvenil e a elaboração de dados para tomada de decisão”, disse Luciana Phebo, coordenadora do escritório do UNICEF no Rio de Janeiro.

Após um período de dois meses de aplicação da metodologia, será lançada uma publicação contendo as ferramentas de acompanhamento, avaliação e os indicadores que poderão ser utilizados e adaptados em qualquer comunidade, por todos os atores, sejam eles, crianças, adolescentes, órgãos públicos ou organizações não governamentais.

“O objetivo dessa publicação é sistematizar os instrumentos, metodologias e princípios das Cidades Protetoras da Criança para que possam ser aplicados em todas as cidades”, disse o representante-adjunto do UNICEF no Brasil, Manuel Buvinich.

Cidades Protetoras da Criança
Uma Cidade Protetora da Criança é uma cidade, ou qualquer sistema local de governo, que se compromete a respeitar os direitos das crianças e dos adolescentes. É uma cidade em que as vozes, as necessidades, as prioridades e os direitos da infância são partes integrantes das políticas, programas e decisões públicas.

A iniciativa Cidades Protetoras da Criança foi lançada, em 1996, como parte da resolução aprovada na 2ª Conferência da ONU sobre os Assentamentos Humanos (Habitat II) para transformar as cidades em lugares mais habitáveis para todos; e para as crianças em primeiro lugar. A Habitat II declarou que o bem-estar da criança é o indicador mais seguro de um ambiente saudável, uma sociedade democrática e um bom governo.

Agenda
O quê: Reunião técnica internacional da iniciativa Cidades Protetoras da Criança
Quando: De 19 a 21 de março. Na quinta-feira, das 14h às 18h; na sexta, das 9h às 18h; e no sábado, das 9h às 14h
Onde: Ritz Plaza Hotel Leblon – Av. Ataulfo de Paiva, 1280, Leblon, Rio de Janeiro, RJ

Mais informações:
Escritório do UNICEF no Rio de Janeiro
Telefone: (21) 3147 5700

 

 
unite for children