Imprensa

Notícias

Notícias de 2013

Notícias de 2012

Notícias de 2011

Notícias de 2010

Notícias sobre o Haiti

Notícias de 2009

Notícias de 2008

Notícias de 2007

Concurso Adobe Youth Voices Aspire Awards UNICEF Challenge

Concurso infanto-juvenil de vídeos de um minuto

Materiais para radialistas

Dia Internacional da Criança no Rádio e na TV

Discursos do Representante do UNICEF no Brasil

Artigos

Outros discursos

Expresso 227

Contatos

 

Crianças e adolescentes de comunidades populares vão à pré-estreia do primeiro filme dirigido por Malu Mader

© UNICEF

Rio de Janeiro, 27 de fevereiro – UNICEF e Cedaps reuniram no dia 10 de fevereiro, no Unibanco Arteplex, cerca de 90 crianças e adolescentes de comunidades populares do Rio de Janeiro para assistir à pré-estreia do documentário Contratempo, de Malu Mader e Mini Kerti. As diretoras e alguns dos jovens que têm sua história de vida narrada pelo filme conversaram com a plateia após a exibição.

O documentário é dedicado a integrantes do projeto Villa-Lobinhos, que oferece formação em música clássica para jovens músicos das comunidades populares do Rio de Janeiro. O público presente mostrou-se crítico em alguns dos comentários que fez sobre o filme, mas também muito elogioso quanto ao resultado final obtido pelas diretoras. “Acho que fiz este filme para ouvir do público o que ouvi de vocês hoje. Estou nas nuvens, vocês me encheram de alegria. Acredito que a arte, junto com a educação, seja uma das soluções para os jovens”, disse Malu Mader após o bate-papo.

Muitos dos adolescentes presentes à pré-estreia participam da Rede de Adolescentes Promotores da Saúde (RAP da Saúde), um projeto da Superintendência de Promoção da Saúde do município do Rio de Janeiro. Presente ao evento, a Superintendente de Promoção da Saúde, Vera Pacheco, ficou impressionada com a capacidade de articulação dos jovens. "Fiquei encantada ao ver os meninos do RAP no evento do UNICEF. É impressionante a potencialidade do jovem, sua capacidade de articulação. O jovem tem o poder de modificar a realidade a sua volta. Recebendo instrumentos e capacitação, ele muda, não só a perspectiva da sua própria vida, mas a da sua família e a do seu entorno. É um círculo vicioso e virtuoso", disse.

© UNICEF
Malu Mader conversa com o público.

Plataforma dos Centros Urbanos
Resultados da pesquisa "Ser criança e adolescente no Rio de Janeiro", realizada pelo Cedaps com apoio do UNICEF e lançada em dezembro de 2008, revelaram que 50% das crianças e dos adolescentes que vivem em comunidades populares do Rio de Janeiro nunca foram a museus, teatros ou cinemas. O evento recolocou esse tema em pauta, lembrando a necessidade de universalizar o acesso aos bens culturais e a oportunidades de formação artística e profissional.

“A arte é um instrumento poderoso de transformação social. Fazer com que crianças e adolescentes tenham acesso à cultura e à arte é dar a eles a possibilidade de ter novas expectativas, novas perspectivas, novos sonhos”, disse a coordenadora do escritório do UNICEF no Rio de Janeiro, Luciana Phebo. Segundo Luciana, a Plataforma dos Centros Urbanos vai promover a aproximação de vários setores da cidade, como lideranças comunitárias, governo, mídia, classe artística e adolescente. “A participação dos adolescentes na Plataforma será fundamental”, completou.

Malu Mader e Mini Kerti gostaram tanto da experiência, que resolveram levar esse formato de exibição a outros espaços, como escolas públicas, projetos sociais e comunidades populares.

Mais informações
Escritório do UNICEF no Rio de Janeiro
Telefone: (21) 3147 5700

 

 
unite for children