Imprensa

Notícias

Notícias de 2013

Notícias de 2012

Notícias de 2011

Notícias de 2010

Notícias sobre o Haiti

Notícias de 2009

Notícias de 2008

Notícias de 2007

Concurso Adobe Youth Voices Aspire Awards UNICEF Challenge

Concurso infanto-juvenil de vídeos de um minuto

Materiais para radialistas

Dia Internacional da Criança no Rádio e na TV

Discursos do Representante do UNICEF no Brasil

Artigos

Outros discursos

Expresso 227

Contatos

 

Redes Laços Sul-Sul é destaque na ONU

Cooperação entre o Brasil e mais sete países para combater a aids é considerada modelo em exposição global

Brasília, 17 de dezembro – O Brasil apresenta, nas Nações Unidas, uma iniciativa escolhida para participar da Global South-South Development Expo (Exposição Global de Desenvolvimento Sul-Sul). O encontro segue até 19 de dezembro na Sede da ONU, em Nova Iorque, e faz parte das comemorações do Dia das Nações Unidas para a Cooperação Sul-Sul, estabelecido pela Assembléia Geral da Organização em 2003. A Rede Laços Sul-Sul (LSS) foi uma das 30 iniciativas selecionadas para participar do evento.
 
A LSS é uma rede de cooperação para enfrentamento da epidemia de aids desenvolvida em conjunto pelos governos do Brasil, Bolívia, Cabo Verde, Guiné Bissau, Nicarágua, Paraguai, São Tomé e Príncipe e Timor Leste, tendo como parceiros Unaids, UNICEF, UNFPA e Centro Internacional para Cooperação Técnica em HIV/aids (CICT). A Unesco deve juntar-se à rede em 2009.
 
Lançada pelo Brasil em 2004, a iniciativa tem como objetivo promover o acesso universal a prevenção, tratamento e cuidados na área de HIV e aids, mobilizar a sociedade e criar um ambiente de apoio para diminuir o estigma associado à questão e aumentar a eficácia das ações implementadas nos países participantes.
 
Segundo a diretora do Programa Nacional de DST e Aids do Ministério da Saúde, Mariângela Simão, que apresentará em Nova Iorque as principais conquistas da iniciativa LSS, a rede promove o compartilhamento de experiências na resposta ao HIV entre países que, embora tenham realidades distintas no que diz respeito à epidemia, enfrentam desafios semelhantes para a promoção do desenvolvimento. 
 
As iniciativas de cooperação sul-sul são realizadas em nível bilateral, regional ou internacional, tendo como resultado o aumento do comércio entre os países envolvidos, maior integração regional, ampliação do fluxo de capitais e promoção de várias formas de assistência ao desenvolvimento.
 
Esse tipo de cooperação permite, ainda, a troca de experiências e a busca de soluções conjuntas para os desafios de cada um dos envolvidos. O apoio de países desenvolvidos e de instituições de caráter multilateral tem sido decisivo para a implementação das ações de cooperação sul-sul.
 
“A exposição é um reflexo claro do compromisso das Nações Unidas em apoiar os países do Sul em suas aspirações para alcançar desenvolvimento sustentável e igualitário por meio do compartilhamento e da transferência de soluções adequadas às realidades locais. Laços Sul-Sul é, sem dúvida alguma, uma iniciativa genuína de cooperação sul-sul, envolvendo países de três continentes e agências das Nações Unidas em um processo de intercâmbio permanente de informações e ajuda mútua”, afirmou o coordenador do Unaids no Brasil, Pedro Chequer.
 
Mais informações:
Jacqueline Rocha Côrtes – Unaids
Telefone: (61) 3038 9221 – E -mail: cortesj@unaids.org

 

 
unite for children