Imprensa

Notícias

Notícias de 2013

Notícias de 2012

Notícias de 2011

Notícias de 2010

Notícias sobre o Haiti

Notícias de 2009

Notícias de 2008

Notícias de 2007

Concurso Adobe Youth Voices Aspire Awards UNICEF Challenge

Concurso infanto-juvenil de vídeos de um minuto

Materiais para radialistas

Dia Internacional da Criança no Rádio e na TV

Discursos do Representante do UNICEF no Brasil

Artigos

Outros discursos

Expresso 227

Contatos

 

BT e UNICEF unem forças no trabalho com adolescentes brasileiros

Mobilizando comunidades de baixa renda para melhorar a qualidade da educação na escola

© UNICEF/BRZ/Ana Maria Silva
Bruna Souza, do Aprendiz; Luis Álvarez, um dos presidente da BT Global Services; Marie-Pierre Poirier, representante do UNICEF no Brasil; Maria Livani Moura, da Comunicação e Cultura; e Ivania Tupinambá, da Cipó, durante lançamento do programa.

São Paulo, 8 de abril – BT e UNICEF lançaram, nesta terça-feira, um programa com a participação de adolescentes. Trata-se de um projeto com foco em educação e comunicação para adolescentes brasileiros que vivem em comunidades de baixa renda. A BT está oferecendo R$ 1,75 milhão (500 mil libras esterlinas) para custear o programa.

Esse programa vai apoiar e treinar adolescentes brasileiros na utilização de uma série de ferramentas de comunicação, com o objetivo de melhorar a qualidade da educação em suas escolas e comunidades e contribuir no processo de tomada de decisões para sua vida. A parceria entre BT e UNICEF beneficiará dez mil adolescentes em dez escolas de cinco das maiores cidades brasileiras: São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Salvador e Fortaleza.

Também participam do programa ONGs pertencentes à Rede CEP (Comunicação, Educação e Participação), que serão responsáveis pela implementação do projeto nas cinco cidades onde será desenvolvido.

Os adolescentes brasileiros utilizarão ferramentas e técnicas de comunicação, como internet, rádio, blogs, fotografia e vídeo, na criação e divulgação de campanhas que venham a trazer melhorias para suas escolas e contribuir na formatação de políticas públicas de serviços de saúde, meio ambiente, inclusão digital e outras questões comunitárias. Vídeos e blogs, por exemplo, podem ser usados para obter de autoridades locais melhorias no fornecimento de água potável e saneamento.

O projeto vai fornecer às escolas computadores, câmeras digitais e outros equipamentos. Além disso, será criado um website especialmente para que os adolescentes publiquem e compartilhem com seus colegas histórias e fotografias ilustrando sua experiência.

O UNICEF está trabalhando junto com o Ministério da Educação no desenvolvimento desse programa e vem encorajando o MEC a implementar outros projetos com a participação de adolescentes em escolas de todo o País.

Para Luis Álvarez, presidente da BT Global Services para Europa, Oriente Médio, África e América Latina, a parceria com o UNICEF cria um ambiente educacional em que os adolescentes recebem o apoio de que necessitam para crescer. “O acesso à informação e às tecnologias de comunicação pode encorajar o desenvolvimento de habilidades que, por sua vez, vão possibilitar que esses jovens passem nas provas, consigam um emprego, desempenhem um papel ativo em suas comunidades e atinjam seus objetivos de vida”, afirmou.

A BT, em todo o mundo, tem o compromisso de “fazer uma diferença positiva e sustentável nas comunidades em que atua”, observou Álvarez. “Trabalhando com o UNICEF, estamos ajudando a desenvolver habilidades de jovens em uma perspectiva muito local, mas, em última instância, contribuindo para dar um futuro melhor a crianças de todo o mundo", acrescentou.

Para Marie-Pierre Poirier, Representante do UNICEF no Brasil, ainda é um enorme desafio assegurar a permanência das crianças na escola no Brasil. “Somente quatro entre dez estudantes que começam a escola terminam o curso secundário. Uma das prioridades do UNICEF é promover a participação dos adolescentes em suas comunidades. O acesso a instrumentos de comunicação e a expressão de seus pontos de vista são direitos básicos do adolescente. Além disso, uma pesquisa feita pelo UNICEF em 2006 constatou que, no Brasil, os adolescentes que participam de atividades comunitárias são menos suscetíveis ao abandono da escola, à gravidez e ao envolvimento com a violência”.

A parceria entre BT e UNICEF no Brasil tem como objetivos engajar o adolescente nas questões sociais que os afetam e tornar seu ambiente escolar mais estimulante, de modo a reduzir as altas taxas de evasão. Ao capacitar esses adolescentes em tecnologia e técnicas de comunicação, BT e UNICEF estão, também, ajudando a fortalecer sua perspectiva de um futuro profissional, para que tenham melhores chances de sucesso na vida adulta.

Mais informações sobre a BT
Silvia Helena Rodrigues – SHEDI – Telefones: (55-21) 2220-9311 e (55 11) 2626-1940 –
E-mail: silviahelena@shedi.com.br

Javier Garcia de Madariaga, diretor de comunicações da BT para Espanha, Portugal e América Latina
Telefone: +34 667 423546 –
E-mail: Javier.garcia.demadariaga@bt.com

Mais informações sobre o UNICEF
Gilberto Nascimento – Telefone: (55 61) 8166 1635 –
E-mail: gnascimento@unicef.org
Adriana Alvarenga – Telefone: (55 11) 5904 6681 –
E-mail: aalvarenga@unicef.org
Pedro Ivo Alcantara – Telefone: (55 61) 3035 1983 –
E-mail: pialcantara@unicef.org

 

 
unite for children