Imprensa

Notícias

Notícias de 2013

Notícias de 2012

Notícias de 2011

Notícias de 2010

Notícias sobre o Haiti

Notícias de 2009

Notícias de 2008

Notícias de 2007

Concurso Adobe Youth Voices Aspire Awards UNICEF Challenge

Concurso infanto-juvenil de vídeos de um minuto

Materiais para radialistas

Dia Internacional da Criança no Rádio e na TV

Discursos do Representante do UNICEF no Brasil

Artigos

Outros discursos

Expresso 227

Contatos

 

Encontro discute enfrentamento do HIV/aids no Semi-árido

Salvador, 11 de dezembro – Gestores públicos e técnicos das áreas de saúde e educação dos 188 municípios do Semi-árido baiano inscritos no Selo UNICEF Município Aprovado (Edição 2008) vão debater, em Salvador, estratégias de controle da epidemia do HIV/aids na região. Os profissionais participarão do seminário Políticas de Enfrentamento do HIV/aids no Semi-árido, último encontro de formação do Selo no ano de 2007, no Salvador Praia Hotel (Ondina), dias 12/12 (das 8h30 às 18 horas) e 13/12 (das 8h30 às 12h30).

Promovido pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), em parceria com Juspopuli Escritório de Direitos Humanos, Grupo de Apoio à Prevenção à Aids (Gapa/BA) e Governo da Bahia, o evento tem o objetivo de estimular a implementação e o fortalecimento de políticas de prevenção e assistência às pessoas convivendo com o HIV/aids.

A Bahia tem 8.330 casos de aids notificados (Sinan). Dados de 2006 revelam que 74% dos municípios têm pelo menos um caso registrado. A cidade de Salvador acumula o maior número (4.459), seguida de três municípios do Semi-árido: Feira de Santana (405), Vitória da Conquista (295) e Juazeiro (246). Além de avançar para o interior, nos últimos 10 anos, a epidemia assumiu um novo perfil: atinge cada vez mais mulheres, jovens e heterossexuais. De 2000 a 2006, foram notificados 889 casos entre gestantes. Cerca de 60% dessas mulheres realizaram o pré-natal e 55% fizeram uso de anti-retrovirais no parto. Uma média de 45% das crianças expostas fizeram uso do AZT xarope por seis semanas, nesse mesmo período. 

O controle do HIV/aids é uma das prioridades do atual programa de cooperação do UNICEF no Brasil, definido para o período de 2007 a 2011. Para receber o Selo 2008, os municípios inscritos no projeto deverão desenvolver ações de proteção de crianças e adolescentes em relação à epidemia. O oferecimento do teste anti-HIV para gestantes, fundamental na prevenção da transmissão do vírus de mãe para filho e a implantação do Programa Saúde e Prevenção nas Escolas (SPE) são algumas das iniciativas recomendadas pelo UNICEF.

A programação do seminário inclui exposições e debates sobre os indicadores definidos pela metodologia do Selo para monitorar ações de enfrentamento do HIV/aids; a política do Governo da Bahia de controle da epidemia; procedimentos para a criação e o bom funcionamento do Comitê Gestor Municipal do SPE; e a importância da participação juvenil no debate sobre políticas públicas.

“Queremos levar informação e apoiar os municípios no planejamento de ações articuladas nesse setor, além de alertá-los sobre a necessidade da criação de comitês participativos e da promoção do controle social para o alcance de bons resultados”, explica Gláucia Luz, técnica do Gapa.

Segundo Vilma Cabral, oficial de projetos do UNICEF, o apoio técnico oferecido aos municípios na qualificação das políticas para a infância e adolescência foi reforçado nesta edição do Selo. “O envolvimento de organizações não-governamentais parceiras e do Governo da Bahia contribuem para o alcance das metas do Pacto Nacional Um mundo para a criança e o adolescente do Semi-árido”, diz.

Para Edivânia Landim, coordenadora do programa estadual de DST/aids, o encontro é um momento de fortalecer parcerias para dar respostas cada vez mais efetivas na prevenção e controle das DST/aids na Bahia. “A articulação com o UNICEF favorece o estreitamento de vínculos com os municípios do Semi-árido, região que reúne aspectos de vulnerabilidade que merecem um olhar bastante especial. Esperamos ter um encontro de idéias, proposições e formalização de planos de ação”, diz.
 
O quê: Seminário Políticas de Enfrentamento do HIV/aids no Semi-árido
Quando: 12/12, das 8h30 às 18 horas, e 13/12, das 8h30 às 12h30
Onde: Salvador Praia Hotel, Ondina

Mais informações:
Andréia Néri – Telefone: (71) 3183 5700

 

 
unite for children