Imprensa

Notícias

Notícias de 2013

Notícias de 2012

Notícias de 2011

Notícias de 2010

Notícias sobre o Haiti

Notícias de 2009

Notícias de 2008

Notícias de 2007

Concurso Adobe Youth Voices Aspire Awards UNICEF Challenge

Concurso infanto-juvenil de vídeos de um minuto

Materiais para radialistas

Dia Internacional da Criança no Rádio e na TV

Discursos do Representante do UNICEF no Brasil

Artigos

Outros discursos

Expresso 227

Contatos

 

UNICEF realiza exposição fotográfica sobre crianças e adolescentes

Exposição em Fortaleza comemora o aniversário do Estatuto da Criança e do Adolescente

Fortaleza, 9 de julho – Nesta terça-feira, 10 de julho, a partir das 18h, o UNICEF abre a exposição Olhar sobre a infância e adolescência do Semi-árido cearense, no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, na Praia de Iracema, em Fortaleza. A exposição é composta de fotografias de 60 municípios certificados com o Selo UNICEF Edição 2006. As imagens foram captadas pelos fotógrafos profissionais Evilázio Bezerra e Felipe Abud e celebra os 17 anos do Estatuto da Criança e do Adolescente. O material ficará exposto até o próximo domingo, 15 de julho.

As fotografias foram feitas entre dezembro de 2006 e abril de 2007, durante a Caravana do Selo UNICEF, quando a equipe do UNICEF percorreu cerca de 7.000 km, participando das solenidades de certificação do Selo UNICEF Município Aprovado – Edição 2006. O foco da exposição é a participação das crianças e da comunidade nas festas.

A exposição acontece na semana em que se comemoram os 17 anos do Estatuto da Criança e do Adolescente. Apesar de ser uma legislação reconhecida como uma das mais avançadas do mundo, o Estatuto ainda não teve a sua efetividade garantida no País. Ou seja, o Brasil ainda não conseguiu garantir parte dos direitos que constam na lei, principalmente em relação ao Semi-árido brasileiro, região que ostenta os piores indicadores sociais.

Montada pelo cenógrafo Marcelo Santiago, a exposição mostra cores, brilho, alegria de meninos e meninas cearenses, e remete ainda ao que prevê o Estatuto: crianças e adolescentes são sujeitos de direitos e devem ser prioridade absoluta nas políticas públicas.

Mais informações:
Ana Márcia Diógenes – 85 3306 5704 / 9928 0012
Emanuelle Lobo – 85 3306 5704 / 8804 1576

 

 
unite for children