Nossas prioridades

Infância e adolescência no Brasil

Sobreviver e se desenvolver

Aprender

Proteger(-se) do HIV/aids

Crescer sem violência

Ser prioridade absoluta nas políticas públicas

Adolescentes

Raça e etnia

Esportes e lazer

Lista das instituições apoiadas pelo UNICEF

 

Adolescente prepara-se para realizar sonho de abrir seu próprio negócio

© Cieds

O Instituto Reciclar, no distrito do Jaguaré, na zona oeste de São Paulo, é uma das organizações participantes do projeto Raízes do Futuro, iniciativa desenvolvida pelo UNICEF e o Barclays no Brasil. Ali, estudantes de escolas estaduais da comunidade têm a oportunidade de complementar sua formação cultural e educacional, aprender a reciclar papel e manufaturar produtos especiais e se preparar para ingressar no mundo do trabalho.

Foi no Instituto que Ederson Caio dos Santos Souza, de 17 anos, encontrou apoio para investir na realização de um sonho: abrir seu próprio negócio. Vindo de uma família de quatro irmãos, sempre viu a mãe e avó lutarem com dificuldade para sustentar a família. Agora, quer um futuro diferente.

Ele conta que conheceu o Instituto Reciclar por indicação dos amigos, que já frequentavam o espaço. Começou a participar de um curso de informática aos sábados. Mais do que usar o computador, Ederson aprendeu com os educadores e os outros jovens conceitos de ética, disciplina, responsabilidade, trabalho em equipe, hierarquia e preservação ambiental. Também encontrou motivação para continuar frequentando a escola e se preparar para começar a faculdade de Administração.

Em 2013, foi contratado como aprendiz pelo próprio Instituto Reciclar. O projeto Raízes do Futuro chegou para complementar sua formação e para ajudá-lo a conhecer a realidade de outros adolescentes que vivem em outras partes da cidade. Com essa iniciativa, tem a oportunidade que refletir sobre as competências que já tem e as que precisa aperfeiçoar para obter sucesso no mundo do trabalho, construindo um plano de desenvolvimento pessoal. Ele também recebe apoio na área de educação financeira, na elaboração de currículos e em técnicas de entrevista.

"O projeto me fez pensar mais no futuro e no que eu quero para mim. Ele me fez acreditar em mim, me deu mais força para correr atrás do meu sonho de abrir meu próprio negócio", afirma. Para outros adolescentes como ele, Ederson dá uma dica: "é preciso sempre pensar que você consegue. Você pode até ter dificuldades, mas com determinação você consegue".

 

 
unite for children