Nossas prioridades

Infância e adolescência no Brasil

Sobreviver e se desenvolver

Aprender

Proteger(-se) do HIV/aids

Crescer sem violência

Ser prioridade absoluta nas políticas públicas

Adolescentes

Raça e etnia

Esportes e lazer

Cooperação Horizontal Sul-Sul

Lista das instituições apoiadas pelo UNICEF

 

Projeto Raízes do Futuro

© UNICEF/BRZ/Thaíza Castilho
Oficina de produção de vídeos e participação política, no Cieds.

O projeto Raízes do Futuro faz parte de uma parceria global entre o UNICEF e o Barclays, que tem como objetivo capacitar milhares de jovens em situação de vulnerabilidade em seis países: Brasil, Egito, Índia, Paquistão, Uganda e Zâmbia, de forma a desenvolver habilidades e competências para auxiliá-los a atingir seu pleno potencial no mundo do trabalho e na vida.

A parceira foi inicialmente estabelecida no Brasil em 2008, e desde então vem sendo implementada em parceria com o Centro Integrado de Estudos e Programas de Desenvolvimento (Cieds).

A primeira etapa do projeto, denominada Multiplicador Jovem Aprendiz, resultou na capacitação de 950 jovens para ingressar no mundo do trabalho na cidade de São Paulo. Destes, 460 foram contratados como jovens aprendizes ou em outras posições no mercado e 25 iniciaram seu próprio negócio.

Na segunda etapa (2012-2014), com o nome Raízes do Futuro, o objetivo é apoiar adolescentes e jovens que vivem em comunidades populares no município de São Paulo para que tenham melhores condições de ingressar e ter sucesso no mundo do trabalho.

Para isso, são realizadas atividades que promovem o desenvolvimento das habilidades e competências em três eixos:

  • Competências para a Vida: Tem como objetivo auxiliar os jovens a refletir sobre sua identidade e habilidades e a escolher de forma consciente os próximos passos que darão em sua vida. Nesse eixo, são tratados temas como direitos e responsabilidades; participação em processos decisórios; atitude saudável pela prática de esporte; pensamento analítico; atitude ambiental responsável; entre outros. Ao todo são trabalhadas 20 competências que envolvem o desenvolvimento de habilidades, conhecimentos e atitudes.
  • Empregabilidade: Os participantes são capacitados para elaboração de currículos, preparação para entrevistas, educação financeira, entre outros.
  • Competências Familiares: Tem como principal objetivo oferecer às organizações parceiras subsídios para que trabalhem com as famílias dos adolescentes e jovens, fortalecendo suas competências e o vínculo com a instituição. São abordados temas como saúde sexual e reprodutiva, gravidez na adolescência, direitos do bebê e da gestante e cuidados na primeira infância.

As ações estão sendo realizadas, desde de 2012, em parceria com cinco organizações não governamentais:

Resultados do segundo ciclo
Desde o início da implementação do segundo ciclo do projeto, em 2012, já foram atingidos os seguintes resultados:

  • 1.205 jovens (843 meninos e 362 meninas) participaram de atividades de capacitação para ampliar habilidades específicas que lhes permitirão fazer escolhas qualificadas no mundo do trabalho e na vida;
  • 473 desses jovens receberam formação para elaborar seus Portfólios de Competências, instrumento em que registram o que foram aprendendo, as atividades de aperfeiçoamento que realizaram e as experiências que tiveram. O portfólio ajuda a expor suas habilidades no momento da busca por trabalho;
  • 39 tutores foram capacitados para dar apoio aos jovens na elaboração dos Portfólios de Competências;
  • As cinco ONGs parceiras do projeto foram capacitadas para implementar a tecnologia social oferecida em maior escala.quanto diretamente com os adolescentes participantes.

© UNICEF/BRZ/Thaíza Castilho
Ministro da Educação do Equador, Augusto Espinoza, visita Sociedade Benfeitora do Jaguaré e conversa com adolescentes do projeto Raízes do Futuro.

As instituições parceiras do projeto são estimuladas a participar dos espaços de articulação e discussão política na cidade sobre as temáticas trabalhadas no projeto, tais como o Fórum Paulista de Aprendizagem, e motivadas a se apropriar das políticas públicas e marcos legais que regulam a empregabilidade, a exemplo do Programa Nacional de Estímulo ao Primeiro Emprego.

Também foi desenvolvida uma plataforma online, que funciona como um sistema de monitoramento e avaliação para o acompanhamento dos jovens durante e após sua formação, elaborado com o apoio do Instituto Paulo Montenegro e da eMaximus. Nessa plataforma, os educadores e jovens têm um papel ativo na alimentação de um banco de dados.

Além disso, os funcionários do Barclays no Brasil atuam como voluntários no projeto, tanto no trabalho com os educadores das ONGs quanto diretamente com os adolescentes participantes.

Portfólio de Competências

 

 

 

 

Histórias de vida

Conheça as histórias de Bruna, Guilherme, Ederson, Ione e Ítalo e saiba como o projeto Raízes do Futuro mudou a vida desses adolescentes e jovens.
unite for children