Nossas prioridades

Infância e adolescência no Brasil

Sobreviver e se desenvolver

Aprender

Proteger(-se) do HIV/aids

Crescer sem violência

Ser prioridade absoluta nas políticas públicas

Adolescentes

Raça e etnia

Esportes e lazer

Cooperação Horizontal Sul-Sul

Lista das instituições apoiadas pelo UNICEF

 

Histórias de vida

Arthur está na escola: uma história de sucesso na inclusão escolar
Arthur, 6 anos, teve complicações ao nascer e a previsão dos médicos era de que ele não conseguiria andar. Contrariando o diagnóstico, mesmo com algumas dificuldades motoras, ele já caminha e até corre sozinho.

Todo dia, falo para o Pedro: "De ti eu não desisto. Tu vais ser um campeão!"
Quando Pedro Henrique nasceu, os médicos disseram que ele nunca andaria. Nove anos depois, mãe e filho caminham três quilômetros por dia e ela está em busca de uma vaga para ele na escola.

Com o apoio da mãe e da escola, Sandriely ganhou três medalhas de ouro na natação
Sandriely, 15 anos, tem um currículo de fazer inveja a muito competidor profissional: mais de 10 medalhas de ouro e prata em competições escolares regionais e nacionais. A menina tem deficiência intelectual e encontrou no esporte um caminho de superação.

Adolescente do Rio de Janeiro participa ativamente da vida escolar em prol de mudanças
Mesmo enfrentando desafios para concluir seus estudos, Paulo Gabriel, 16 anos, não desiste da escola. O estudante do 1º ano do ensino médio recebe o apoio de seus professores para realizar ações em favor de mudanças na comunidade escolar.

Um cidadão mais consciente e preocupado com o meio ambiente
Raylton, 13 anos, cursa o 8º ano do ensino fundamental em Frei Paulo (SE) e escreveu sobre conservação ambiental no Semiárido, como parte de uma atividade escolar para atender à demanda do eixo Educação para a Convivência com o Semiárido do Selo UNICEF.

Casa Pequeno Davi: o direito à educação e à convivência familiar e comunitária de crianças e adolescentes
Na Casa Pequeno Davi, meninas e meninos, como Cíntia, 16 anos, encontram espaço para dividir desejos e sonho com outras crianças e outros adolescentes.

EducAmazônia: melhorando a qualidade da educação básica para as crianças brasileiras
O projeto EducAmazônia trabalha visando à melhoria da qualidade da educação básica dada a 680 mil crianças, como Nayane, uma menina, de 10 anos, de olhos muito brilhantes e espertos, que cursa a 4ª série do ensino fundamental em escola rural do Pará.

 

 

 

 

Colabore com o UNICEF

   
unite for children
and