Nossas prioridades

Infância e adolescência no Brasil

Sobreviver e se desenvolver

Aprender

Proteger(-se) do HIV/aids

Crescer sem violência

Ser prioridade absoluta nas políticas públicas

Adolescentes

Raça e etnia

Esportes e lazer

Cooperação Sul-Sul Horizontal

Lista das instituições apoiadas pelo UNICEF

 

Amamentação: problemas mais frequentes.

Os problemas mais frequentes na amamentação são:

Fissura ou rachadura - ocorre quando a posição do bebê e a pega do mamilo estão erradas.

Como evitar:
• Secar bem o mamilo; e
• Posicionar o bebê corretamente.

Como tratar:
• Expor as mamas ao sol ou luz artificial lâmpada de 40 watts à distância de 40 cm).
Cuidado para não provocar queimaduras.


Ingurgitamento – ocorre quando a mãe produz mais leite do que o bebê consegue mamar. As mamas ficam endurecidas ou empedradas.

Como evitar e tratar:
• Colocar o bebê mais vezes para mamar; e
• Retirar manualmente o excesso de leite.


Mastite – ocorre quando um dos seios inflama. A mama fica cheia, avermelhada, quente e muito dolorida. A mãe sente febre e calafrios.

Como evitar e tratar:
• Retirar manualmente o excesso de leite. Se a mãe não melhorar em 24 horas, deve ir ao serviço de saúde para ser tratada.


O leite está “secando” – ocorre quando se introduz mamadeira, chuca, bico ou chupeta.

Como evitar e tratar:
• Dar o peito sempre que o bebê quiser. Quanto mais o bebê mama, mais a mãe produz leite.

O melhor tratamento para os problemas da amamentação é continuar amamentando.

 

 
unite for children