Programa de Cooperação 2007 – 2011

© UNICEF/BRZ/Manuela Cavadas

Nos países em que atua, o UNICEF constrói seu plano de cooperação juntamente com os governos e a sociedade civil, ouvindo também crianças e adolescentes. O Programa de País busca dar uma resposta positiva conjunta para os problemas vividos por meninas e meninos de cada uma dessas nações. Serve ainda como um aval dado ao UNICEF para sua atuação nos países.

Para traçar as metas e diretrizes de cooperação com o Brasil para o período de 2007 – 2011, o UNICEF optou por promover um processo altamente participativo, envolvendo parceiros e atores relevantes para o sistema de garantia de direitos da infância. Devido às dimensões continentais do País, foi realizada uma série de encontros regionais com o intuito de se construir um panorama sobre como vivem crianças e adolescentes das diversas regiões brasileiras.

A realidade mostrou-se muito diversa e desigual. As crianças pobres têm mais do que o dobro de chance de morrer antes de completar 1 ano de idade, em comparação às ricas, e as negras, 50% a mais, em relação às brancas. A taxa de mortalidade infantil das crianças indígenas é o dobro da das crianças brancas. Da mesma maneira, a mortalidade materna continuava alta em 2003 (72 mortes por 100 mil nascimentos), em parte devido à baixa cobertura de pré-natal, particularmente entre mulheres negras e indígenas, e entre mulheres vivendo na região do Semi-árido, onde 75% da população com menos de 18 anos é pobre.

Na construção dessa resposta para os problemas relacionados à infância, as metas e os objetivos do Programa de País 2007-2011 estão em conformidade com os anseios de importantes documentos e acordos que visam a transformar a vida de crianças e adolescentes. A Declaração e os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM), o Pacto pela Paz, e o Plano de Ações Presidente Amigo da Criança refletem o compromisso da parceria entre o UNICEF e o governo brasileiro.

Prioridades para 2007-2011

Para ajudar o Brasil a avançar rumo à universalização dos direitos de suas meninas e meninos, o UNICEF continua a trabalhar com governos, sociedade civil, setor privado e o terceiro setor e outras organizações internacionais para assegurar os direitos de cada criança e adolescente a:
• Sobreviver e se desenvolver
• Aprender
• Proteger(-se) do HIV/aids
• Crescer sem violência
• Ser prioridade nas políticas públicas

 

 

Español Français

 

 

Colabore com o UNICEF