Ano 4 - 2ª quinzena de maio de 2007
UNICEF ENVIA ADOLESCENTE BRASILEIRA À REUNIÃO ANUAL DO G8

A adolescente brasileira Fernanda Winter vai participar da Cúpula Júnior 8, que acontece paralelamente ao encontro dos líderes dos países mais ricos do mundo, o G8, na Alemanha, entre os dias 1º e 8 de junho.

Durante o evento, adolescentes de vários países vão discutir propostas e soluções para problemas que afetam e violam os direitos de crianças e adolescentes no mundo.

Quatro temas serão discutidos durante a J8:
- Perspectivas para o desenvolvimento econômico na África;
- HIV e aids;
- Mudanças climáticas e fontes de energia;
- Novos desafios para a economia global: direitos de propriedade intelectual e responsabilidade social corporativa.

Ao final da J8, um grupo seleto encontrará os líderes do G8 e apresentará um documento para os chefes de governo da Alemanha, do Canadá, dos Estados Unidos, da França, da Itália, do Japão, do Reino Unido e da Rússia.

Além de grupos de adolescentes dos países que integram o G8, participam 10 outros adolescentes representando os países em desenvolvimento: Argélia, Brasil, Camarões, China, Etiópia, Índia, Moldávia, República Centro-Africana, Serra Leoa e Tanzânia. É a primeira vez que o Brasil participa desse encontro, que está na terceira edição.

Fernanda Winter tem 17 anos, vive em Lavras (MG) e cursa o terceiro ano do Ensino Médio. Ela foi escolhida, pelo UNICEF, para participar da J8 por sua atuação no conselho gestor do Movimento de Adolescentes do Brasil e no comitê consultivo do Programa Saúde e Prevenção nas Escolas (SPE). O SPE é uma iniciativa do Ministério da Saúde, por meio do Programa Nacional de DST e Aids, do Ministério da Educação, do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) e do Fundo de População das Nacões Unidas (UNFPA). O Programa promove a integração entre os serviços municipais e estaduais de saúde e educação e privilegia a escola como espaço para a articulação de políticas de prevenção para adolescentes e jovens. O objetivo é atingir 7 milhões de estudantes do Ensino Médio.

Fernanda também faz parte do Movimento de Intercâmbio de Adolescentes de Lavras (MIAL) desde os 13 anos.

Mais informações (em inglês) sobre a Cúpula J8 podem ser encontradas em http://www.j8summit.com

MOSTRA DEBATE BOAS PRÁTICAS E DESAFIOS NA PREVENÇÃO AO HIV/AIDS NAS ESCOLAS

Os ministérios da Saúde e da Educação, o UNICEF, a UNESCO e o UNFPA realizam, de 1º a 3 de junho, a II Mostra Nacional Saúde e Prevenção nas Escolas, no Centro Comunitário da Universidade de Brasília (UnB), na capital federal.

Profissionais e gestores de saúde e educação, estudantes, representantes de organizações não-governamentais e de universidades debaterão sobre práticas inovadoras de prevenção às DST e aids com adolescentes e jovens, integrando serviços de saúde e educação.

Sete países conhecem experiência brasileira de enfrentamento ao HIV com estudantes

Representantes de Bolívia, Cabo Verde, Guiné Bissau, Nicarágua, Paraguai, São Tomé e Príncipe e Timor Leste chegam esta semana ao Brasil para participar da II Mostra Nacional Saúde e Prevenção nas Escolas. Os sete países são membros da Rede Laços Sul-Sul, uma iniciativa que os une ao Brasil em um compromisso comum para assegurar o acesso universal à prevenção, ao tratamento do HIV/aids e aos cuidados necessários para quem vive com o vírus.

Com o apoio do UNICEF, os representantes dos países vão conhecer melhor as experiências brasileiras na área de prevenção às DST e aids com adolescentes e jovens, durante os três dias da Mostra.

Os temas serão debatidos a partir da diversidade sexual, das relações de gênero, dos direitos humanos, de raça e etnia. Saúde sexual e reprodutiva, participação juvenil, populações vulneráveis, crianças e adolescentes vivendo com HIV e aids também serão aspectos abordados no evento.

O Programa Saúde e Prevenção nas Escolas (SPE), que dá nome à Mostra, é uma iniciativa do Ministério da Saúde, por meio do Programa Nacional de DST e Aids, do Ministério da Educação, do UNICEF, da UNESCO e do UNFPA.

Para mais informações, acesse o site http://sistemas.aids.gov.br/mostraspe2007

MOSTRA DE CINEMA ABORDA HIV/AIDS DE MANEIRA CRIATIVA

Será realizada, entre os dias 31 de maio e 3 de junho, sempre às 19 horas, a I Mostra Internacional de Cinema A Vida é Mais Forte que a Aids, no Cine Brasília, na capital federal. Entre os filmes selecionados, estão produções italianas, norte-americanas, indianas, chinesas.

A Vida é Mais Forte que a Aids é uma realização do Instituto Sabin, com apoio do UNICEF, Ceaids/DF, Governo do Distrito Federal e Ministério da Cultura.

As exibições complementam a II Mostra Saúde e Prevenção nas Escolas. A entrada para todas as sessões de cinema é gratuita e aberta ao público.

Além disso, durante a programação da II Mostra Saúde e Prevenção nas Escolas, na Universidade de Brasília (UnB), serão exibidos os filmes Transit e Sexpress, produzidos pela MTV e pelo UNICEF. Após os filmes, os participantes terão a oportunidade de debater com Mauro Dahmer, diretor do filme Sexpress.

CONCURSO DE CARTAZES ESTIMULA ALUNOS A CONTRIBUIR PARA A PREVENÇÃO DO HIV/AIDS

A abertura da II Mostra Saúde e Prevenção nas Escolas, no dia 1º de junho, também será palco para o lançamento do Prêmio Escola 2007, que selecionará os melhores cartazes criados por estudantes do Ensino Fundamental e Médio com o tema Como eu posso contribuir para a prevenção da aids?. As inscrições vão até o próximo dia 31 de agosto.

O concurso é organizado pela UNESCO, em parceria com o UNICEF, o Escritório das Nações Unidas contra Drogas e Crimes (UNODC), o Programa Nacional de DST e Aids, do Ministério da Saúde, e o Ministério da Educação.

Mais informações: http://www1.unesco.org.br/premioescola2007

PRÊMIO PAULO FREIRE PROMOVE TRABALHO DE EDUCADORES NA PREVENÇÃO ÀS DST/AIDS

Estão abertas, até o próximo dia 10 de junho, as inscrições para o Prêmio Paulo Freire - Mestre Cidadão, que vai reconhecer os dez melhores trabalhos de prevenção às DSTs e à aids nas escolas públicas. Além de incentivar o educador a continuar o seu trabalho, o prêmio vai promover o intercâmbio de projetos de prevenção às DSTs e à aids e questões como  abuso de drogas, violência e gravidez não-planejada.

O Prêmio é uma iniciativa da Associação de Prevenção e Tratamento da Aids (Apta), com apoio do UNICEF.

Mais informações: http://www.apta.org.br/educaids

As inscrições para o SELO UNICEF MUNICÍPIO APROVADO encerram-se em 15 de junho!

Para mais informações, acesse www.selounicef.org.br

O nome deste boletim é uma homenagem ao artigo 227 da Constituição Federal, que trata dos direitos de crianças e adolescentes brasileiros. O artigo 227 é regulamentado pelo Estatuto da Criança e do Adolescente.

Toda a legislação referente a crianças e adolescentes pode ser encontrada na biblioteca virtual do UNICEF, disponível em http://www.unicef.org.br.
Para mais informações sobre os assuntos e projetos descritos neste boletim,
ou para agendar entrevistas com os profissionais do UNICEF, entre em contato com
Adriana Alvarenga - tel.: (61) 3035 1965 ou Pedro Ivo Alcantara - tel.: (61) 3035 1947